A Galeria Parede Viva reúne telas e gravuras dos artistas Apolo Torres, Mundano e Paulo Ito que abordam o dia-a-dia da população que passa em média 2 horas e 43 minutos por dia tentando se locomover por ruas esburacadas e alagadas.

Transporte coletivo ineficiente, bicicletas, carroças carregando a cidade nas costas e carros boiando são alguns dos elementos que integram a mostra. Na fachada do Puxadinho da Praça é possível conferir também intervenções dos artistas Subtu, Fel, Magrela, Enivo e Mauro.

OBRAS DA EXPOSIÇÃO